Blog

Quem está conectado no meu WiFi?

17 / dez / 2021

No final de ano, com as reuniões de parentes e amigos em casa, é muito comum as pessoas pedirem a senha e acesso ao WiFi. Mas qual o risco de fazer isso? Esse compartilhamento afeta a sua conexão? Como garantir a qualidade da sua internet nesses momentos? Entenda os riscos e cuidados ao compartilhar a sua conexão.

Para esclarecer melhor esse assunto confira algumas explicações e dicas da equipe de Tecnologia de Informação da Clonix Telecom:

Compartilhar o acesso do WiFi pode prejudicar a minha conexão?

Pode sim! Todo uso que se faz da sua internet passa pelo roteador e este aparelho tem um poder de processamento limitado. Muitas vezes o roteador suporta de três ou quatro equipamentos simultaneamente e se você adicionar mais dispositivos ele poderá não dar conta, ficar travando ou com a conexão lenta.

Outra limitação é da própria banda contratada. Quanto mais dispositivos usando ao mesmo tempo, mais ela será “divivida” entre eles. Logo, se muitas pessoas usarem ao mesmo tempo poderá causar lentidão na conexão pela limitação do roteador e da banda.

Então o uso por muitas pessoas vai afetar na velocidade de navegação?

Uma coisa precisa ficar bem clara: A quantidade de banda contratada, que costumeiramente chamamos de velocidade, não significa a capacidade da sua internet. A qualidade de navegação dependerá muito do desempenho do seu roteador.

Todo roteador tem um limite máximo de quantos dispositivos podem estar conectados. Caso o número de pessoas excedam esse limite, sua internet começará a ter quedas. Quanto maior o número de pessoas conectadas, maior será o fluxo de dados, e isso é o mais importante para garantir a velocidade de navegação.

Ou seja, sua conexão estará mais sobrecarregada respondendo aos comandos de cada dispositivo ao mesmo tempo. Ainda mais se for em tarefas que demandem mais dados, como para jogos ou download/upload de vídeos. Então fique preparado para ocorrência de congestionamento ou lentidão na sua rede.

Existe algum risco em compartilhar a senha do WiFi?

O acesso à internet é mediante a assinatura de um contrato no qual a pessoa concorda em seguir todas as leis do país. Logo, se alguém fizer algo ilícito, o assinante (dono do wifi) poderá se incomodar com a justiça.

Já há casos registrados de pessoas que tiveram problemas por compartilhar a conexão com o vizinho e ele compartilhar conteúdo pornográfico infantil, por exemplo. Empresas também podem responder na justiça caso algum colaborador use a internet de forma ilícita e não seja comprovado quem foi.

Quer ver uma comparação bem simples? Compartilhar o Wifi é com emprestar um carro: se você cede o seu carro para uma pessoa e ela atropela alguém, você terá que responder à justiça por ser o dono do carro. Na internet é semelhante. Se alguém fizer algo ilícito utilizando a sua internet a justiça identificará que foi alguém da sua rede e você terá que prestar explicações.

E compartilhando o WiFi fico vulnerável a alguma invasão aos meus dados?

A sua rede de computadores é como sua casa ou pátio, onde todos que estão ali dentro passeiam livremente, conseguem ver e monitorar tudo, de forma igual. Em uma rede de computadores que não esteja devidamente configurada e com as restrições necessárias, poderá acontecer a mesma coisa. Um dispositivo poderá ficar monitorando tudo que passa pela rede e, inclusive, roubar dados de outros computadores. Então, se você se preocupa com seus dados e informações pessoais, você só deve convidar a sua rede quem você realmente confia.

É possível saber quantos e quais dispositivos estão conectados na minha rede WiFi?

Muitos roteadores possuem algum tipo de ferramenta em sua interface em que é possível ver quem está usando a internet. Não só isso, mas também possibilita bloquear dispositivos, limitar a velocidade deles e até dizer em que horas eles poderão navegar. Mas isso vai depender da versão e modelo do seu roteador. Vale a pena procurar e verificar a documentação dele na internet para entender certinho essas funcionalidades.

Já compartilhei minha senha com muitas pessoas, o que faço agora?

Vamos falar a verdade, é um tanto constrangedor negar a senha do WiFi quando nos solicitam. Se você não deseja criar restrições à sua conexão e prefere mesmo que os parentes e amigos utilizem a sua rede, então vai aí uma recomendação importante: troque sua senha com frequência. O indicado é que a troca de senha seja feita a cada seis meses pelo menos. Assim, você evita que as pessoas tenha acesso a sua rede por tempo indeterminado, evita sobrecarga do seu roteador e invasões indesejadas.

Para os mais cautelosos, a dica é buscar por roteadores que permitem criar uma rede isolada da principal em que é possível adicionar outras pessoas e até limitar a banda delas, e depois trocar a senha quando elas não forem mais usar. Assim o dono da rede controla melhor quem entra e ainda mantêm sua rede principal isolada e segura. Para saber se seu roteador permite tal configuração pesquise sobre “roteador com rede convidado” ou “rede para visitantes”.

FIQUE POR DENTRO!
Acompanhe nossas dicas para melhorar a qualidade da sua navegação. Receba nossos avisos nas redes sociais: @clonixtelecom


Texto e edição: Ana Paula Bazi e
Marciano Candido dos Santos

Voltar

Mais notícias

  • A cada dia estamos acessando mais sites e criando novas senhas. Principalmente para as novas redes sociais que estão surgindo. Mas você já parou para pensar na importância de criar uma senha forte?! Ela é essencial para garantir a sua tranquilidade e aproveitar o que a internet tem de melhor. Por isso, criar senhas seguras […]

    Leia mais
  • Você costuma tomar cuidados ao navegar na internet?! É essencial adotar alguns cuidados para aproveitar o que a internet tem de melhor, evitando problemas como vírus ou vazamento de informações. Separamos algumas dicas simples que podem deixar a sua experiência mais segura na internet. Escolha senhas fortes e não repetidas: Na hora de criar uma […]

    Leia mais